A composição da CPI dos Fundos de Pensão mostrou a pluralidade da Câmara dos Deputados para tratar o tema. Para a Presidência do colegiado, os deputados elegeram Efraim Filho (PB), do Democratas, partido de oposição aberta ao governo de Dilma Rousseff. A 1ª Vice-Presidência foi ocupada pelo petista Paulo Teixeira (SP). Já a 2ª Vice-Presidência ficou a cargo do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), outro opositor ao então governo. Na relatoria, o moderado deputado paranaense Sérgio Souza (MDB).

Agência Câmara
Composição respeitou proporcionalidade dos partidos dentro da Câmara dos Deputados

Entre os 50 membros titulares e suplentes, o então PMDB indicou o maior número de deputados, sete. PT e PSDB indicaram cinco, cada um. Já o PSDB e o PSD puderam indicar quatro membros, cada. Democratas e PR, com três indicações, fecharam a lista com mais cadeiras no colegiado. Os demais assentos foram distribuídos a outros partidos de acordo com proporcionalidade regimental.

 

deputado sergio souza cpi composicao - Composição da CPI dos fundos de pensão

Cadastre-se aqui



Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar