Foto:Luis Macedo/ Agência Câmara
Sérgio Souza defende revisão dos acordos alfandegários do Mercosul

Desde o início de seu mandato, o deputado federal Sérgio Souza (MDB-PR) trabalha por igualdade nos acordos estabelecidos pelo Mercosul. Por este motivo, o parlamentar comemorou o posicionamento da futura ministra da Agricultura do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS), que defendeu a revisão nas negociações envolvendo produtos da agropecuária.

Sérgio Souza disse que vem trabalhando, há anos, para encontrar soluções que protejam e valorizem a cadeia produtora de leite do Paraná. Os produtores deste produto estão sendo prejudicados por causa desses acordos econômicos. “Além de dialogar com o governo e parlamentares no sentido de mostrar a urgência dessa mudança, apresentei um projeto e uma indicação que visam manter igualdade na concorrência comercial entre os países vizinhos que compõem o Mercosul”, esclareceu o parlamentar.

O projeto citado por Sérgio Souza, o PL 9044/2017, restringe a importação de leite em pó ou in natura de países que não observem normas e padrões de proteção ao meio ambiente compatíveis com a legislação brasileira e já está pronta para ser votada pelo plenário da Casa. Já a Indicação 4422/2017 sugere a revisão de acordos alfandegários entre países membros do Mercosul para o leite, maça, trigo e arroz.

Crise do leite
De acordo com levantamento realizado pela Embrapa Gado de Leite, a cada dia cerca de 45 produtores de leite abandonam a atividade no Brasil. Segundo especialistas, a causa dessa crise tem como um dos fatores os baixos preços pagos pelo leite.

Sérgio Souza lembrou que este é um dado preocupante, já que o Paraná é o segundo maior produtor de leite do país, com um volume de 33,6 bilhões de litros por ano. “Não podemos permitir e nem aceitar esse quadro. Temos que buscar formas de proteger a cadeia e ajudar os produtores a saírem dessa realidade. A revisão dos acordos do Mercosul vai proporcionar a retomada do crescimento”, considerou Sérgio Souza.

Cadastre-se aqui




Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar