Após dias de conversas com o presidente Michel Temer, o deputado federal Sérgio Souza (MDB-PR) comemorou a decisão do governo em prorrogar o prazo de adesão ao programa de parcelamento de dívidas de produtores com o Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural) até 30 de outubro. A Medida Provisória foi publicada, nesta quarta-feira (30/05), no Diário Oficial da União.

A adesão ao Programa de Regularização Tributária Rural (PRR) deve ocorrer por meio de requerimento a ser efetuado até 30 de outubro de 2018 e abrangerá os débitos indicados pelo sujeito passivo, na condição de contribuinte ou de sub-rogado.

Para Sérgio Souza, o governo tomou uma decisão acertada. “Recebi muitas ligações de produtores rurais que estavam se sentindo prejudicados, pois não conseguiam aderir ao programa, já que a Receita Federal esteva em greve em alguns locais”, comentou.

Inicialmente, o prazo iria até 30 de abril. No final daquele mês, porém, o governo anunciou extensão do prazo até 30 de maio, atendendo a pedido dos ruralistas, que queriam aguardar julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dos embargos declaratórios sobre a decisão da Corte que considerou constitucional a cobrança da contribuição. Na semana passada, o STF manteve a constitucionalidade do tributo.

Veja outros projetos

BALANÇO

Comissão de Agricultura e Pecuária fecha ano com recorde de ações

JUSTIÇA

Lei proíbe prorrogação de pedágios em todas as rodovias do Paraná

PATRIMÔNIO

CPI dos Fundos de Pensão bloqueia R$8bilhões de suspeitos

TRANSPARÊNCIA

Fim do Voto Secreto para cassação de deputados e senadores no Congresso

TERRAS RURAIS

Mediação no conflito entre indígenas e agricultores no Paraná