fpahj 300x240 - FPA começa a trabalhar agenda do setor agropecuário para o próximo ano
Para Sérgio um dos motivos do entrave foram os ataques indiscriminados que o setor sofreu

Atender as principais reivindicações dos produtores rurais em sintonia com a agenda do Congresso Nacional. Com esse intuito, a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) realizou nesta terça-feira (12) a primeira reunião para construir agenda de prioridades do setor a ser trabalhada no próximo ano.

De acordo com o vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Sérgio Souza (MDB-PR), por diversas razões algumas pautas importantes não avançaram no Congresso Nacional. “Foi um ano atípico, muito diferente do que tínhamos antes. Houve uma renovação de mais 50% e questões que já estavam bem adiantadas como a dos defensivos agropecuários, Licenciamento Ambiental, Funrural e outras não avançaram como deveriam”, avaliou.

Para ele, um dos motivos para o entrave foram os ataques indiscriminados que o setor produtivo sofreu. “ O agro sofreu este ano um tiroteio vindo de diversos países e instituições criminalizando o setor, colocando nas suas costas a culpa pelo desmatamento ilegal, as queimadas e outras coisas. Perdemos muito tempo tendo que desmistificar todas essas ideias plantadas com fins econômicos ou eleitoreiros”, comentou Sérgio Souza.

O parlamentar paranaense lembrou que este planejamento é importante para que a FPA possa se dedicar a cada um dos pontos de importância do setor agrícola “Já começamos a planejar as ações para o próximo ano. Quais espaços de interesse do setor vamos preencher como: lideranças, comissões e relatoria de projetos”, afirmou.

Cadastre-se aqui



Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar