Presidente se reuniu com parlamentares da bancada para discutir prioridades e avanços do setor

Membros da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) tomaram café da manhã com o presidente da República, Jair Bolsonaro, nesta quarta-feira (6). No evento, o presidente do colegiado, deputado Sérgio Souza (MDB-PR), falou a respeito das prioridades do setor e dos avanços do país nos últimos anos.

Entre diversos assuntos abordados, o deputado Sérgio Souza destacou os protocolos de Nairóbi e de Nagoia, que visam garantir condições mais justas de competitividade no comércio internacional, com eliminação de distorções no setor agrícola e que reúne diretrizes para o uso sustentável da biodiversidade e concede aos países maior segurança jurídica nas relações comerciais que envolvam produtos derivados de recursos biológicos, respectivamente.

O presidente da FPA lembrou também de temas que estão às portas de serem votados no Congresso e pontuou a importância de cada um. “Temos o projeto de lei que trata dos pesticidas, da regularização fundiária. São divisores de água para o desenvolvimento do país e que precisam entrar em votação. Serão responsáveis por mais comida no prato e justiça aos proprietários de terras”, disse.

A respeito da MP, medida era esperada há muito tempo pelo setor agropecuário, pois amplia o acesso ao crédito rural, estimula os financiamentos com recursos livres e a concorrência no mercado, Sérgio afirmou que “o agro está de um tamanho que o poder público sozinho não consegue acompanhar”.

Outro assunto abordado pelo presidente da FPA foi os Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA), um instrumento econômico para preservar serviços ecossistêmicos necessários a alguém. Na visão de Sérgio Souza, uma resposta importante para quem preserva de verdade. “A preocupação com o meio ambiente é uma obrigação de todos, mas o incentivo financeiro se faz necessário para quem se esforça realmente, como o Brasil faz”, comentou.

Para o presidente Jair Bolsonaro, o setor agropecuário tem conseguido resultados importantes para o desenvolvimento econômico e tecnológico do país, e fez questão de explicar um dos motivos para o sucesso. “O agro vai muito bem e grande parte em função de quem vocês indicaram para ser ministra da Agricultura”, disse, ao referir-se à ministra Tereza Cristina.

Agradecida pela menção, Tereza Cristina repassou os agradecimentos à FPA e aos que enxergaram as pautas do agro como primordiais para o sucesso do país. “Desde o início do governo que a gente conta com a FPA e avançamos muito no crédito rural, na questão da conectividade e em tudo que foi feito e votado no avanço da nossa pauta no agronegócios”, falou.

Fonte: Notícias Agrícolas

Cadastre-se aqui

0 0 votes
Article Rating
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x