A Frente Parlamentar da Agropecuária, uma das mais importantes bancadas do Congresso Nacional – cerca de 250 deputados federais e 40 senadores -, tem mais um presidente do estado do Paraná: é Sergio Souza, que foi eleito para liderar a frente no biênio 2021/22, e tomou posse em 2 de fevereiro. Além dele, já ocuparam o cargo Abelardo Lupion e Moacir Micheletto. Souza está há uma década no parlamento: foi senador entre 2011 e 2014, e exerce o segundo mandato consecutivo de deputado federal do Paraná.

FPA3 Diretoria 2021 2022  300x200 - Deputado Sergio Souza é o 20º presidente da FPA e o 3º paranaense que assume a liderança da bancada
Divulgação/FPA

 

O parlamentar possui cerca de 440 propostas legislativas na Câmara, além de ter relatado mais de 80 matérias. A relação Agro-Política não é de hoje: o paranaense já foi presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Regional. Também é membro da Frente Parlamentar do Cooperativismo, ocupando o cargo de secretário-geral.

Em seu discurso durante a transição de diretoria da FPA (foto acima), Sergio Souza reforçou o compromisso de atuar para desmistificar a imagem negativo do Agronegócio junto a uma parcela da população brasileira e, no exterior.

“As pessoas tem uma imagem distorcida do Agro, com o produtor rural desmatando floresta, utilizando a água de forma indiscriminada, colocando veneno na lavoura e pondo tudo isso na mesa das pessoas. Isso precisa mudar”, afirmou o federal do Paraná.

Sergio Souza propõe também focar esforços no andamento da proposta de regularização fundiária que tramita na Câmara. Ele acredita que essa pauta é fundamental para a diminuição de queimadas e do desmatamento. Até os meados do ano passado, no Paraná havia 327 assentamentos, e 18.614 famílias vivem nesses locais, segundo o Incra. No Brasil, até junho de 2020, cerca de 970 mil famílias viviam nas unidades agrícolas delimitadas pelo Incra.

“A regularização fundiária não é apenas para os proprietários de terra no país, deve acontecer dentro dos assentamentos também. Quase 95% dos assentados pelo Incra não têm título, por isso, queremos dar títulos de terra para essas pessoas e a independência para elas produzirem, financiarem e comercializarem seus imóveis e sua produção”, explicou.

Sobre os defensivos agrícolas, o deputado federal defendeu uma legislação específica para possibilitar a criação mais rápida de novas moléculas, mais modernas e de melhor utilização para as especificidades existentes no Brasil, com seu clima tropical.

“Esses tipos de moléculas deixam muito menos resíduos nos produtos agrícolas e você utiliza menos defensivo em uma área maior. Assim, aumentamos, inclusive, a produtividade, o valor agregado, a renda e tudo mais”, afirmou.

O licenciamento ambiental é outra pauta prioritária da bancada, segundo Souza. Ele explica que no Brasil existe um entrave relacionado ao custo de produção, que pode ser amenizado com a aprovação da Lei Geral de Licenciamento Ambiental – atualmente o PL 3729/2004 -, que está parada na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara.

“Uma legislação mais moderna otimiza os modais de transportes de maneira mais rápida para passar dentro de reservas públicas, indígenas e outras. Isso deverá contribuir bastante para reduzir o custo de produção, gerando economia”, disse.

Pautas como o Fundo de Investimento do Agronegócio (FIAgro), que está no Senado, e a questão da conectividade, estão no radar do novo presidente da FPA, bem como a renegociação de dívidas dos produtores rurais, e a Reforma Tributária.

“É importante que se diga que nós já declaramos e estamos trabalhando o apoio à Reforma Tributária. Precisamos de velocidade para conseguir aprovar todas essas pautas esse ano, pois o ano de 2022 é outro mundo em Brasília”, pontuou Sergio Souza.

O parlamentar garantiu dar continuidade ao trabalho desenvolvido por seu antecessor na bancada, o deputado federal Alceu Moreira.

“O Alceu foi um presidente que pegou uma estrada aberta e deu uma pavimenta muito boa nos últimos dois anos. Eu sou um presidente que eu quero colocar uma duplicação dessa estrada, uma terceira faixa”, concluiu.

FPA Diretoria1 2021 2022  300x200 - Deputado Sergio Souza é o 20º presidente da FPA e o 3º paranaense que assume a liderança da bancada
Sergio Souza e seu antecessor, Alceu Moreira, com o ministro da Secretaria de Governo, general Ramos. Foto de divulgação da FPA


*Por Patrícia Fahlbusch, com informações complementares da FPA

Veja fotos da transição da diretoria da FPA. 
Clique para ver mais fotos. 

Veja os ex-presidentes da FPA: 

Abelardo Lupion, do Paraná

Augusto Nardes, do Rio Grande do Sul

Beto Rosado, do Rio Grande do Norte

Dilceu Sperafico, do Rio Grande do Sul

Homero Pereira, do Mato Grosso

José Augusto Maia, de Pernambuco

Kátia Abreu, do Tocantins

Luis Carlos Heinze, Rio Grande do Sul

Marcos Montes, de Minas Gerias

Moacir Micheletto, do Paraná

Moreira Mendes, de Rondônia

Nelson Marquezelli, de São Paulo

Nilson Leitão, do Mato Grosso

Odacir Zonta, de Santa Catarina

Ronaldo Caiado, de Goiás

Silas Brasileiro, de Minas Gerais

Valdir Colatto, Rio Grande do Sul

Tereza Cristina, do Mato Grosso do Sul

Alceu Moreira, Rio Grande do Sul

Cadastre-se aqui

0 0 votes
Article Rating
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x